By using our site you agree to the use of cookies. We use them to increase the quality of this site especially for you, they help us understand your needs (help us collect statistics), help our partners deliver the right content displayed on our website. To learn more about the cookies please click here.

cookies
noimage

História do Mont Saint-Michel 

Edificado segundo a tradição, após três sonhos que teve Saint Aubert, bispo de Avranches no ano 708, o Monte é desde a sua origem, um grande centro de peregrinação. A igreja préromana foi construída antes do ano 1000.

No século XI, a igreja abacial foi edificada sobre um conjunto de criptas, ao nível da ponta do penedo e os primeiros edifícios conventuais foram juntos ao muro da parte norte.

No século XII, os edifícios conventuais românicos foram acrescentados à parte oeste e sul.

No século XIII, uma doação do rei de França, Filipe Augusto, após a sua conquista da Normandia, permitiu iniciar o conjunto gótico da Maravilha: dois edifícios de três andares, seguidos do claustro e do refeitório.

No século XV, o coro gótico flamejante substituiu o coro românico da igreja abacial.

Enfim, até ao século XVIII, segue-se a edificação dos aposentos abaciais que se erguem na zona sul da abadia. Transformada em prisão da Revolução até ao Segundo Império, a abadia foi confiada desde 1874 ao serviço dos Monumentos Históricos e está aberta ao público durante todo o ano.

Desde 1969, uma comunidade monástica mantém uma presença espiritual permanente.